Pular para o conteúdo principal

Faça um tour gratuito na sua próxima viagem e me agradeça quando puder - #DicadeViagem

Como quase todo mundo, eu adoro viajar. Fazer turismo é uma das atividades que mais me dão prazer: quanto mais cansativa, mais prazerosa! Por isso que, dentre as dicas de viagem que eu pretendo publicar aqui no blog, uma delas envolve muita caminhada.

Em 2015 fiz uma viagem para a Escócia com a minha amiga Kamila. Visitamos Glasgow e Edumburgo ("Edimbrá" para os íntimos, rs) em  pleno inverno e, mesmo assim (ou talvez justamente por isso), tivemos uma das viagens mais legais das nossas vidas. E foi em Edimburgo que descobrimos que existia um tour a pé gratuito, o qual decidimos experimentar já que o nosso tempo na cidade seria bem curto.

O Free Walking Tour passou pelos principais pontos turísticos da capital escocesa, mas com o diferencial de que a guia turística estava nos fornecendo uma enxurrada de informações em tempo real que mudaram completamente a experiência. A analogia que fiz naquele momento foi de que eu estava assistindo a uma aula de história pisando exatamente no lugar onde essa história havia acontecido. E pensar desse jeito me arrepia até hoje!

Desde então, em todos os lugares que visitei, sempre busquei fazer um tour a pé no primeiro dia, assim conseguindo explorar o básico do lugar e, depois, podendo voltar com mais calma para os mais gostei. Com essa dica, não é necessário gastar para fazer um tour básico nas principais cidades do mundo. Claro, você pode dar uma gorjeta em retribuição ao trabalho desses profissionais e o valor pode ser o quanto couber no seu bolso (afinal, 5 euros não vão fazer muita diferença no seu orçamento, certo?).

Os melhores e mais frequentes tours que vi nas minhas viagens eram organizados pela SANDEMANs NEW Europe Tours (eles também organizam tours em outros continentes). E além deles, existem outras empresas que seguem a mesma ideia (veja ao lado o nosso grupo de tour de Edimburgo).

Você pode estar se perguntando: como esses profissionais sobrevivem? É simples: eles oferecem um tour gratuito e vários tours pagos com temas diversificados. Naturalmente, durante o tour eles aproveitam para divulgar os demais roteiros oferecidos pela empresa e, eventualmente, você pode se ver interessado por um deles, como foi o meu caso com a Kamila: decidimos fazer o tour noturno pelos cemitérios e lugares "mal assombrados" da Escócia. E não há uma gota de arrependimento!

Potanto, essa é a dica para a sua próxima viagem: procure um Free Walking Tour para o seu primeiro dia na cidade. Você vai aprender um pouco sobre os principais pontos e, depois, poderá planejar o restante dos seus dias para aproveitar ao máximo o que o turismo local tem a oferecer.

Boa viagem!

Comentários

Postar um comentário



Postagens mais visitadas deste blog

Como gravar vídeo-aulas de forma fácil e gratuita | Dicas #COVID19

Este é um post tutorial para ajudar quem precisa transmitir ou disponibilizar material gravado durante as medidas de contenção do COVID-19 . Fique em casa e aproveite para aprender. Instalando o software OBS Studio O Open Broadcaster Software (OBS) é de código aberto e distribuído gratuitamente no endereço obsproject.com . O OBS Studio é multiplataforma e está disponível para Windows, Mac OS e Linux. Baixe o software adequado para o seu sistema operacional e instale-o; Ao abrir o OBS Studio pela primeira vez, utilize o "Assistente de Configuração" para deixá-lo preparado para o que você precisa. Basta seguir os passos e escolher entre gravação e transmissão em tempo real. Preparando o ambiente para a gravação Ao abrir o software, você vai se deparar com a seguinte interface: Identifique a caixa chamada "Fontes" na parte inferior do programa; Dentro dela, selecione o botão "+"; Escolha "Dispositivo

Desenvolvimento de Sistemas Embarcados e Sensores Inteligentes com Recurso à Recolha de Energia; assista a live

Na introdução aos sistemas embarcados são apresentadas as suas características principais, seguido de uma referência às ferramentas de hardware e software utilizadas no seu desenvolvimento. A importância nos dias de hoje dos dispositivos de baixo consumo energético tem levado a que, cada vez mais, se tenha vindo a desenvolver mecanismos de recolha de energia do ambiente. Para isso têm contribuído os dispositivos de baixo consumo energético e as técnicas utilizadas no seu desenvolvimento. A sexta live do Curso Aberto de Redes , realizada na última terça (20/10) por meio do Cafezíneos Live , recebeu o Prof. António Espírito-Sant o (Universidade da Beira Interior, Covilhã, Portugal) para um bate-papo a respeito de Desenvolvimento de Sistemas Embarcados e Sensores Inteligentes com Recurso à Recolha de Energia ; assista a live. Participaram da mediação o Prof. Daniel Fernando Pigatto (UTFPR Curitiba), a Profa. Natássya Silva (UTFPR Cornélio Procópio) e a Profa. Tânia Monteiro (UTFPR Cur

Como acessar artigos científicos gratuitamente sem estar na rede da sua instituição de ensino?

" Artigo científico é o trabalho acadêmico ou científico que apresenta e discute ideias, métodos, técnicas, processos e resultados sucintos de uma pesquisa realizada de acordo com o método científico ou inferência conforme a hermenêutica das humanidades, cujo conhecimento produzido é aceito por uma comunidade de pesquisadores. Por esse motivo, considera-se científico o artigo que foi submetido a exame por outros cientistas, que verificam as informações, os métodos e a precisão lógico-metodológica das conclusões ou resultados obtidos." (Fonte: Wikipédia ) O acesso a artigos científicos publicados por importantes revistas e editoras tem, quase sempre, algum custo associado. Recentemente, tem se tornado comum a publicação de artigos no modo Open Access (acesso aberto), o qual não requer que seus leitores façam qualquer tipo de pagamento ou cadastro, mas que só é publicado mediante o pagamento de altas taxas , recurso que nem todo pesquisador tem ao seu alcance. Alunos co