Pular para o conteúdo principal

Alimentação saudável: receita de granola com mix de castanhas

É dispensável fazer uma introdução a este post falando sobre a importância de se alimentar bem, praticar exercícios regularmente, substituir antigos hábitos por opções mais saudáveis e por aí vai. Também não preciso discorrer sobre a dificuldade de trocar o iFood e sua praticidade por comidas preparadas em casa, com mais cuidado, com ingredientes de melhor procedência e com mais sabor. Porém, chega uma certa idade que é impossível manter hábitos pouco saudáveis. O corpo reclama, os problemas se manifestam e a produtividade vai caindo, então a única saída é mudar.

Pela primeira vez vou usar este blog para passar uma receita que me chamou bastante atenção e a qual decidi incorporar ao meu dia a dia. Trata-se de uma granola com várias castanhas que o João decidiu testar, aprimorar e compartilhar comigo. Provei, aprovei e agora vou fazer a Ana Maria Braga quero compartilhar com todo mundo. 😆

Passo a passo e ingredientes

Você vai precisar de itens muito simples e fáceis de encontrar em empórios, casas de produtos naturais e, até mesmo, em supermercados.

Vamos começar misturando os seguintes ingredientes em uma forma de alumínio grande:
  • 250 g de aveia em flocos grandes
  • 180 g de castanha de caju (banda)
  • 125 g de amêndoas laminadas
  • 115 g de castanha-do-Pará
  • 100 g de semente de girassol sem casca
  • 100 g de gergelim branco



Em seguida, acrescenta-se:
  • 2 colheres (sopa) de canela
  • 4 colheres (sopa) de mel
  • 3 colheres (sopa) de óleo vegetal
É importante ir mexendo ao acrescentar cada um os ingredientes acima para garantir o melhor espalhamento possível. 



O resultado é o seguinte:



Agora é só levar ao forno pré-aquecido a 230º C por 30 a 40 minutos. É importante mexer com uma espátula a cada 15 minutos para garantir que todas as castanhas assem igualmente.

Ao retirar do forno, acrescenta-se um último ingrediente:
  • 100 g de cranberries secas


O resultado final é o seguinte:


Onde usar?

Essa é uma receita flexível que pode ser consumida com leite, açaí, banana (ou outras frutas + mel) e onde mais a sua criatividade permitir.

Versão vegana

Com uma simples adaptação é possível tornar esta receita vegana: substituindo o mel. Existem opções de "mel" vegano, mas você pode usar qualquer ingrediente que ajude a adocicar a granola. Alternativamente, se você não se importa com uma mistura menos doce, é possível simplesmente não usar nenhuma fonte de açúcar.

Curtiu a receita? Dá um like lá no Instagram e comenta o que achou.

Comentários



Postagens mais visitadas deste blog

Cidades Inteligentes: conceitos, serviços e tecnologias; veja a live

O conceito de Cidade Inteligente integra inúmeros dispositivos físicos conectados à Internet das Coisas com o objetivo de otimizar a eficiência das operações e serviços da cidade, melhorar a qualidade, desempenho e interatividade dos serviços urbanos, reduzir custos e consumo de recursos e aumentar o contato entre cidadãos e o governo. As cidades inteligentes podem ajudar tanto o poder público a reconhecer problemas em tempo real, quanto o cidadão a produzir informações, auxiliando a mapear, discutir e enfrentar essas dificuldades.  A quinta live do Curso Aberto de Redes, realizada na última terça (06/10) por meio do Cafezíneos Live, recebeu a Profa. Keiko Fonseca (UTFPR Curitiba) e o Prof. Ricardo Luders (UTFPR Curitiba) para um bate-papo a respeito de Cidades Inteligentes: conceitos, serviços e tecnologias encontrados em cidades inteligentes. Participaram da mediação o Prof. Daniel Fernando Pigatto (UTFPR Curitiba), a Profa. Natássya Silva (UTFPR Cornélio Procópio) e a Profa. Tânia M…

Desenvolvimento de Sistemas Embarcados e Sensores Inteligentes com Recurso à Recolha de Energia; assista a live

Na introdução aos sistemas embarcados são apresentadas as suas características principais, seguido de uma referência às ferramentas de hardware e software utilizadas no seu desenvolvimento. A importância nos dias de hoje dos dispositivos de baixo consumo energético tem levado a que, cada vez mais, se tenha vindo a desenvolver mecanismos de recolha de energia do ambiente. Para isso têm contribuído os dispositivos de baixo consumo energético e as técnicas utilizadas no seu desenvolvimento. A sexta live do Curso Aberto de Redes, realizada na última terça (20/10) por meio do Cafezíneos Live, recebeu o Prof. António Espírito-Santo (Universidade da Beira Interior, Covilhã, Portugal) para um bate-papo a respeito de Desenvolvimento de Sistemas Embarcados e Sensores Inteligentes com Recurso à Recolha de Energia; assista a live. Participaram da mediação o Prof. Daniel Fernando Pigatto (UTFPR Curitiba), a Profa. Natássya Silva (UTFPR Cornélio Procópio) e a Profa. Tânia Monteiro (UTFPR Curitiba). …

Como adicionar a sua assinatura digitalizada a documentos PDF sem imprimí-los | Dicas #COVID19

Em tempos de home office, alguns documentos que tradicionalmente precisam de assinatura à mão precisam ser revistos. Eu sou um apoiador de alternativas mais sustentáveis, mas, em alguns casos, a única saída é imprimir o documento, assinar, escanear e enviar por e-mail. 
IMPORTANTE! Antes de mais nada, este post não ensina como fazer assinaturas digitais ou eletrônicas em documentos PDF. Os passos aqui apresentados apenas ensinam a inserir uma assinatura digitalizada (escaneada) em um documento, a qual não tem valor jurídico. Para saber mais sobre as diferenças entre esses tipos de assinatura, acesse este link.
Os leitores de PDF mais modernos permitem que você faça o preenchimento e assine documentos sem a necessidade de imprimí-los. O procedimento abaixo foi feito no Adobe Reader (versão gratuita), mas certamente você encontra a função de assinatura em outros softwares.

Abra o documento que você precisar preencher e/ou assinar;Na barra lateral direita, clique em "Preencher e assi…