Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

A experiência com o WoCCES 2020: precisamos aprender com a pandemia e tornar os nossos eventos científicos mais inclusivos

O Wokshop on Communiations in Critical Embedded Systems (WoCCES) está na sua oitava edição em 2020. Participo da organização do evento desde a segunda edição, quando ainda se tratava de um workshop voltado apenas à comunidade brasileira. Desde 2018, o WoCCES faz parte do International Symposium on Computers and Communications (ISCC) . Apesar das várias edições realizadas e da experiência acumulada, a pandemia do novo coronavírus, que "sacudiu" o mundo inteiro, refletiu diretamente na organização do evento. Inicialmente, ele seria realizado presencialmente na cidade de Rennes (França) em Julho. Porém, com as restrições a aglomerações, o evento se tornou online e assíncrono, com apresentações gravadas e disponibilizadas no site. A transformação para o modelo virtual, da forma como foi realizado, reduz as chances de interação entre os participantes, mas amplia o acesso a pessoas que, por diversos motivos, não poderiam pagar pelo evento e muito menos pela viagem até a França. Ta

Direitos à Imagem no contexto acadêmico: mediei bate-papo sobre o assunto

Dando sequência à discussão sobre Direitos Autorais em Materiais Didáticos , iniciada em junho de 2020, me reuni novamente com a colega Profa. Ana Paula Myszczuk para discutir um assunto mais específico: o Direito à Imagem . Para desenvolver sobre o assunto, recebemos uma convidada especial, a Profa. Kelly Lissandra Bruch, da UFRGS. O evento foi coordenado pela Comissão de Planejamento e Execução das Ações para Aprendizagem Colaborativa da UTFPR Curitiba. O bate-papo "Direito à Imagem: O que não te contaram!" está disponível no YouTube. Os slides usados no bate-papo estão disponíveis clicando aqui .

Colocando em prática um piloto de disciplina extensionista durante a quarentena: motivações, caminhos e contribuições

O isolamento social e todas as mudanças que experimentamos nos últimos quatro meses parecem estar longe de ter um fim. Não pretendo fazer uma reflexão sobre o que de fato cada um de nós está passando, já que essa experiência, apesar de tida como coletiva, é única para cada um de nós. Este texto vai explicar, de uma maneira simples, o caminho que percorri para criar um piloto de  disciplina extensionista  na UTFPR. As condições de trabalho remoto e todos os entraves gerados por nós mesmos, pelo nosso tímido domínio de ferramentas de ensino online e pela inexperiência de nossas instituições foram fundamentais para que eu chegasse à ideia de propor este experimento. Motivação No início do isolamento fomos bombardeados de informações sobre ferramentas para videoconferência, comunicação instantânea, gravação de vídeo-aulas, cursos online etc. Hoje, várias e várias reuniões virtuais depois, podemos dizer que já é normal preparar um café, abrir uma sala virtual, entrar na ligação de vídeo, o